Crescendo no Evangelho do Reino

OUVINDO PELO ESPÍRITO

É possível que depois de todo este tempo estamos começando a entender que não temos pregado o mesmo evangelho que Jesus pregava?

Jesus pregava o evangelho do reino. Alguns dos homens mais inteligentes na história estudaram diligentemente e buscaram nas escrituras os detalhes minuciosos e mesmo assim não conseguiram ouvir o evangelho do reino.

Jesus pregava mistérios profundos e escondidos do reino de Deus que não podem ser descobertos pelo intelecto humano. São verdades espirituais que só podem ser transmitidas pelo Espírito Santo e devem ser recebidas nos ouvidos espirituais do homem. Estas verdades espirituais comunicadas ao coração do homem tornam-se chaves para abrir a realidade sobrenatural do reino de Deus que podem capacitar o homem para viver aqui na terra a ordem e poder do céu.

A sabedoria do céu que Jesus comunicava aos seus discípulos é maior e mais alta que a sabedoria terrena do homem. Não pode ser descoberta pelo intelecto do homem. Somente aos espiritualmente maduros que verdadeiramente ama a Deus, são dados ouvidos para ouvir os mistérios do reino que Jesus pregava.

Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus…..1Cor 1:21

Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens. 1 Cor 1:25

Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam;
Mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória; A qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória.Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam. Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. I Cor 2:6-10

Jesus falava em parábolas de linguagem figurada simbólicas que pareciam àqueles que não tinham ouvido espiritual como simples estórias. Os significados profundos do reino têm sido mal interpretado por gerações de teólogos que somente davam significado de acordo com a limitada luz do tempo. Mas, para aqueles que podiam ouvir, a linguagem figurativa de Jesus comunicava tesouros da sabedoria do reino e valores do reino de Deus para a vida.

Matthew 13:10-17: And the disciples came to Him and said to Him, “Why do You speak to them in parables?”

E, acercando-se dele os discípulos, disseram-lhe: Por que lhes falas por parábolas?Ele, respondendo, disse-lhes: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado; Porque àquele que tem, se dará, e terá em abundância; mas àquele que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado.Por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem nem compreendem.E neles se cumpre a profecia de Isaías, que diz: Ouvindo, ouvireis, mas não compreendereis, E, vendo, vereis, mas não percebereis.Porque o coração deste povo está endurecido, E ouviram de mau grado com seus ouvidos, E fecharam seus olhos; Para que não vejam com os olhos, E ouçam com os ouvidos, E compreendam com o coração, E se convertam, E eu os cure. Mas, bem-aventurados os vossos olhos, porque vêem, e os vossos ouvidos, porque ouvem.Porque em verdade vos digo que muitos profetas e justos desejaram ver o que vós vedes, e não o viram; e ouvir o que vós ouvis, e não o ouviram.

Jesus deixou claro que para alguns fora dados ouvidos para ouvir os mistérios e a outros não. Eles não podiam ouvir porque seus corações haviam se tornado insensíveis. Olhos e ouvidos espirituais devem estar abertos para se ouvir os mistérios. Sem ouvir, nenhuma quantidade de estudos poderá abrir os mistérios do reino. Estas coisas devem ser recebidas por comunicação através de relacionamento íntimo com Deus através do Espírito Santo.

Será que nossos olhos e ouvidos espirituais estão se abrindo?
Somente no século passado uma porção da igreja religiosa voltou à prática de buscar ouvir a Deus diretamente. Por muitos séculos a visão geral era que a única forma de ouvir Deus era através da leitura da Bíblia. Existiu um longo tempo de corações endurecidos, ouvidos fechados para ouvir e olhos fechados. O maravilhoso poder e fluir do Espírito de Deus, que nasceu no Pentecostes se perdeu nos corações endurecidos. A religião substituiu um relacionamento vivo com Deus.

A espinha dorsal da igreja religiosa por séculos tem sido estudar sobre Deus na Bíblia. Teologia (o estudo de Deus) é um exercício intelectual que não pode descobrir os mistérios escondidos do reino que Jesus comunicou aos Seus discípulos. O poder sobrenatural e a sabedoria celestial de Deus não são obtidos através de estudo intelectual. A Bíblia é um livro espiritual que se torna vivo somente pelo Espírito Santo. Conhecimento intelectual da Bíblia só pode produzir opiniões que são determinadas nas mentes dos homens. As diferentes opiniões dos homens na igreja religiosa criaram escolas de pensamentos que dividiu o povo em milhares de denominações sem poder.

A espinha dorsal da igreja relacional é se relacionar com Deus intimamente e ouví-lo pelo Espírito. O objetivo de nos reunirmos em grupos na presença dEle não é aprender a respeito de Deus, mas conhecê-lo e nos relacionarmos intimamente com Ele. O propósito da nossa assembléia em grupos é experimentar um relacionamento íntimo com Deus e uns com os outros. Nossas reuniões devem ser uma experiência viva com o Espírito de Cristo no Espírito Santo comunicando vida e sabedoria. Uma reunião coletiva é também uma experiência de expressar nosso amor por Deus em louvor e adoração sinceros.

A igreja da era do reino está voltando para a realidade de ouvir e seguir a voz de Deus.
Jesus nos instruiu a ouvi-lO através do Espírito Santo. Os discípulos viram e ouviram Deus e ouviram-nO além das palavras dos homens.

John 10:27: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem;.”

Atos 4: 19-20: Respondendo, porém, Pedro e João, lhes disseram: Julgai vós se é justo, diante de Deus, ouvir-vos antes a vós do que a Deus; Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido.

João 16:12-14 Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora. Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar.

João16: 25: “Disse-vos isto por parábolas; chega, porém, a hora em que não vos falarei mais por parábolas, mas abertamente vos falarei acerca do Pai”

O que nos impede de ouvir a voz de Deus? O que nos impede de receber a revelação dos mistérios escondidos e profundos do reino?

Os discípulos do primeiro século ouviram e andaram no poder operador de milagres. Porque não podemos?

A resposta curta é: não temos ouvidos para ouvir. Mas por quê? Eis aqui um grande questão para nós.
Os discípulos que andaram com Jesus ouviram mas não ouviram de verdade até o Espírito Santo vir sobre eles e os encher. Após o pentecostes as coisas que eles ouviram previamente começaram a fazer sentido e eles andaram no início do estilo de vida do reino de Deus. Jesus não falou ou demonstrou os milagres do reino de Deus até a vinda do Espírito Santo com Ele e o mesmo ter permanecido.

Ouvir Deus envolve o Espírito Santo.

Ouvir os mistérios profundos envolve ter ouvidos para ouvir a palavra do reino. Muitos que estão envolvidos com o Espírito Santo podem ouvir a Deus; todavia, podem não ter ouvidos para ouvir os mistérios profundos da palavra do reino. Não podemos por esforço obter ouvidos para ouvir mas podemos alcançar as qualificações e nos posicionarmos para receber ouvidos para ouvir. Em 1 Coríntios 2:6-10 que já demos uma olhada, duas grandes chaves são mostradas para ouvir a profunda e escondida sabedoria:

Maturidade Espiritual e amar a Deus

Autoridade espiritual tem a ver com a experiência de andar no Espírito. Não é necessariamente uma questão cronológica. Envolve procurar a direção do Espírito e não o nosso próprio entendimento. Esta será uma grande mudança para a maioria dos cristãos e pode ser muito difícil para as mentes teologicamente treinadas. Nossa primeira tendência pode ser rapidamente voltar aos nossos métodos passados de empregar nossas mentes para buscar em nosso conhecimento armazenado e as Escrituras para descobrir o que fazer e para discernir a verdade. Pedindo e então esperando que Deus fale conosco pelo Seu Espírito, vai exigir refrear um pouco a nós mesmos. A maturidade vem de exercitar andar na direção do Espírito e não na nossa. Mas alimento sólido pertence àqueles que alcançaram a idade adulta (madura), que é, por causa do uso tem seus sentidos (espirituais) para discernir tanto o bem quanto o mal (Hebreus 5:14).

Amar a Deus envolve entregar nossas vidas e amá-lo verdadeiramente com nosso coração.

Marcos 12:30: “Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.”

Somente o coração puro pode ouvir verdadeiramente os mistérios. O desejo de ter um coração puro não é a mesma coisa de ter um. A intenção do coração não é suficiente. É da abundância do coração que fala a boca e nossa conversação da vida emana. Se nossos corações estão cheios de amor pelo Espírito, temos um coração puro.

Será que o amamos mesmo? Há alguma coisa em nossas vidas que amamos tanto quanto ou mais que Deus? O que de fato temos em nossos corações? O que preenche nossos pensamentos? Quais os profundos desejos dos nossos corações? O que é importante para nós? Onde temos prazer? Temos deleite no Senhor e permanecemos nele? Ou simplesmento dizemos que temos? Esperamos amar a Deus mais que tudo, e esperamos nos deleitar nele, e esperamos permanecer nele? Amor maduro sabe que de outra forma não se pode chegar perto de Deus. Não há um segundo amor tão próximo de Deus para quem é maduro espiritualmente.

O preço que devemos pagar para ouvir os mistérios profundos e escondidos do Reino de Deus é a disposição de deixar tudo de lado em nossas vidas, que é importante para nós, para figurativamente vender tudo o que temos para comprar a “pérola de grande valor”, o “campo do tesouro Escondido”. Devemos estar dispostos a perder nossas vidas para encontrar a verdadeira vida em Deus.

Mateus 13:44-46: Também o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem, e compra aquele campo. Outrossim, o reino dos céus é semelhante ao homem, negociante, que busca boas pérolas; E, encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo quanto tinha, e comprou-a.

Lucas 14:33: (e disse Jesus), “Assim, pois, qualquer de vós, que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo..”

Mateus 16:24-25: Então disse Jesus aos seus discípulos: “Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á.”

Marcos 10:29-30: E Jesus, respondendo, disse: Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho, Que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no século futuro a vida eterna.

Vamos propor em nossos corações neste momento de entregar a Deus tudo o que for precioso para nós. Que Ele tenha nossas esposas, maridos, filhos, nosso ministério, negócios, hobbies, nossa saúde, reputação, ou necessidade de aceitação pelos homens, nossas convicções religiosas, nossas doutrinas de estimação, todas as tradições, nossos desejos secretos, nossas próprias vidas, qualquer coisa em que tenhamos prazer. Podemos confiar a Ele estas coisas? Se verdadeiramente cremos que Deus nos ama e o que Ele fará é o melhor para nós, podemos entregar tudo a Ele sem reservas, para fazer o que O agrada.

Se você estiver disposto, ou se você estiver disposto a ficar disposto para liberar tudo o que está em suas mãos, cabeça e coração, para que você possa então ouvir os mistérios do reino, faça a seguinte oração de coração. Preencha as lacunas com as coisas especiais que você précis liberar. É importante para você assinar e datar a oração de compromisso. Entrar e assinar um acordo de oração serve como uma estaca que você finca na hora. Quem assina não fica esperando ouvir uma palavra do autor ou receber revelação desta obra, mas está especificamente buscar ouvir os mistérios profundos de Deus que grandiosamente impactarão e capacitarão sua vida.

Somente com a sabedoria perfeita de Deus permeando nossos corações podemos conhecer a paz e realização verdadeiras. E somente entregando tudo para Deus – tudo o que temos, tudo o que somos, e tudo com o que nos importamos, estaremos em posição para receber ouvidos para ouvir os mistérios escondidos do reino de Deus.

Mateus 13:9: Aquele que tem ouvidos, ouça!

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.